domingo, 27 de abril de 2008

Blá,blá,blá

A vida nas costas,
Lágrimas nos olhos.
O suor
Das lacerações
Acumuladas,
Escorrendo pelos
Sulcos da face
Marcada de "ontens",
Saias rodadas e
Revistas velhas.
Esqueceu de hoje,
Rejeitava o amanhã.

Um comentário:

eduardo disse...

Triste e intenso. Gostei!!!